Panda Vence em Bali

Willian Cardoso derrota Julian Wilson na final do Uluwatu CT em Bali, Indonésia.

Uluwatu CT 2018, Bali, Indonésia. WSL / Sloane

Willian Cardoso é campeão do Uluwatu CT em Bali, Indonésia. Com uma campanha brilhante, o brasileiro Willian Cardoso conquistou a sua primeira vitória na elite mundial depois de bater o australiano Julian Wilson na final do Uluwatu CT, etapa do Championship Tour disputada na ilha de Bali, Indonésia.


Encaixado nas boas esquerdas de 1 metro, o “Panda” abusou das pancadas de backside para superar seus adversários e levar a torcida brasileira ao delírio, totalizando 15.57 pontos na grande decisão. Apesar da derrota, Julian está de volta à liderança do Tour, ultrapassando Italo Ferreira e Filipe Toledo.

A final foi iniciada com os dois atletas bastante desgastados. Ambos já haviam disputado três baterias nas longas esquerdas de Uluwatu, mas o brasileiro não desperdiçou a sua primeira grande chance de subir ao topo na elite mundial e disparou na liderança com notas 8.07 e 7.50.

Julian demorou a entrar em sintonia com as ondas. Depois de somar 5.83, ele esboçou reação nos minutos finais 8.60, passando a buscar 6.97. O australiano ainda investiu em mais duas ondas rapidamente, sem voltar ao pico, já que a prioridade era de Willian. Porém, o dia era mesmo do brasileiro, que fez a festa na ilha de Bali.

“Depois da minha segunda onda boa (7.50) eu sabia que tinha tudo o que queria naquele momento da bateria. Tinha duas notas sólidas”, contou Panda. “Eu não imaginava vencer aqui. O meu foco era conseguir um grande resultado, mas depois das quartas de final contra Filipe (Toledo) eu sabia que podia ir mais longe e as coisas ficaram a meu favor”, continuou o campeão.

“Eu tive que dar o meu melhor hoje. Venci Julian Wilson, Mikey Wright e Filipe Toledo, que são todos grandes surfistas incríveis. Este é o melhor dia da minha vida, esperei muito por este momento”, emocionou-se o catarinense.


Uluwatu CT 2018, Bali, Indonésia. WSL / Sloane

Julian Wilson fica em segundo lugar e reassume a liderança do ranking mundial. Ainda na água, Willian foi festejado por Jessé Mendes e Petterson Thomaz, que estavam dando suporte ao compatriota. “É inacreditável! Eu chorei muito no inside com Jessé e Petterson, e ter todos os meus amigos aqui é incrível”, comentou Willian. “Agora vou curtir muito e amanhã tenho uma boat trip para Mentawai. Vai ser uma semana irada!”, finalizou o brasileiro.

Apesar da derrota na final, o vice-campeão Julian Wilson mostrou muita satisfação com o desempenho em Uluwatu. “Foi um dia muito longo e estou esgotado agora”, disse Wilson. “Não consegui o resultado que queria em Keramas na semana passada, por isso, poder trocar a marcha e conseguir um vice-campeonato aqui em Uluwatu é bom. Eu não estou pensando muito em estar de volta ao topo do ranking, é legal, mas é só metade da temporada e há muitas baterias ainda por vir. Estou animado para chegar em casa, encontrar minha esposa e filha, e mudar o foco para o J-Bay Open”, declarou o líder do Tour.


Trajetória do Panda – Depois de passar pelo compatriota Filipe Toledo nas quartas de final, vencendo o duelo por 14.24 a 11.67 pontos, Willian deu o troco no australiano Mikey Wright na semifinal.

Na última semana, o brasileiro havia perdido para Mikey em uma bateria com resultado extremamente contestado, nas ondas de Keramas, mas desta vez o australiano se deu mal, perdendo por 13.77 a 13.16.


Adversário de Willian na decisão, Julian começou o dia vencendo o norte-americano Conner Coffin e o brasileiro Michael Rodrigues na quarta fase. Na sequência, o australiano eliminou o sul-africano Jordy Smith por 16.20 a 15.50 pontos e o californiano Kolohe Andino pelo placar de 15.83 a 14.53.


Uluwatu CT 2018, Bali, Indonésia. WSL / Sloane

Filipe Toledo segue na vice-liderança do ranking. Outro brasileiro que entrou em ação neste sábado foi Gabriel Medina. O campeão mundial de 2014 começou do dia registrando 17.07 pontos para liderar a dobradinha com Willian Cardoso na quarta fase, mas caiu diante de Mikey Wright nas quartas de final.

Medina e Mikey já haviam se encontrado em duas baterias este ano. O australiano levou a melhor em Gold Coast e o brasileiro deu o troco em Saquarema, mas novamente foi derrotado, agora em Uluwatu. Em um duelo sem ondas muito expressivas, Mikey somou 6.00 e 5.13 em suas duas únicas tentativas. Já Medina, que caiu em uma onda com alto potencial logo no começo, lutou muito e surfou um total de nove ondas, obtendo 4.83 e 6.07 nas duas melhores.


Uluwatu CT 2018, Bali, Indonésia. WSL / Cestari

Willian faz a festa em Uluwatu. Corrida pelo título – Foi a quarta vitória dos brasileiros em cinco etapas disputadas na temporada. Antes de Willian, Italo Ferreira (Bells Beach e Keramas) e Filipe Toledo (Saquarema) já haviam erguido a taça em 2018.

Com a vitória em Uluwatu, Willian ganhou 11 posições no Tour e pulou para quinto lugar. Já o australiano Julian Wilson, que largou na frente em 2018, vencendo em Gold Coast, está de volta ao topo, seguido por quatro brasileiros – Filipe Toledo, Italo Ferreira, Gabriel Medina e Willian Cardoso, consecutivamente.


A próxima etapa da temporada acontece nas longas e congelantes direitas de Jeffreys Bay, na África do Sul, entre os dias 2 e 13 de julho.


Uluwatu CT 2018, Bali, Indonésia. WSL / Sloane

Gabriel Medina perde para Mikey Wright nas quartas de final.


Quartas de final masculina

1 Kolohe Andino (EUA) 14.33 x 11.83 Conner Coffin (EUA) 2 Julian Wilson (AUS) 16.20 x 15.50 Jordy Smith (AFR) 3 Mikey Wright (AUS) 11.13 x 10.90 Gabriel Medina (BRA) 4 Willian Cardoso (BRA) 14.24 x 11.67 Filipe Toledo (BRA)


Semifinais

1 Julian Wilson (AUS) 15.83 x 14.53 Kolohe Andino (EUA) 2 Willian Cardoso (BRA) 13.77 x 13.16 Mikey Wright (AUS)


Final

Willian Cardoso (BRA) 15.57 x 14.43 Julian Wilson (AUS)


Top 5 do ranking mundial

1 Julian Wilson (AUS) – 27.215 pontos 2 Filipe Toledo (BRA) – 25.900 3 Italo Ferreira (BRA) – 24.995 4 Gabriel Medina (BRA) – 20.940 5 Willian Cardoso (BRA) – 19.740 6 Michel Bourez (TAH) – 19.375 7 Mikey Wright (AUS) – 17.535 8 Jordy Smith (AFR) – 15.825 9 Owen Wright (AUS) – 15.275 9 Michael Rodrigues (BRA) – 15.275 11 Adrian Buchan (AUS) – 15.250 12 Kolohe Andino (EUA) – 14.580 12 Griffin Colapinto (EUA) – 14.580 14 Wade Carmichael (AUS) – 14.005 15 Ezekiel Lau (HAV) – 13.335 16 Jeremy Flores (FRA) – 12.195 16 Conner Coffin (EUA) – 12.195 18 Mick Fanning (AUS) – 11.500 19 Adriano de Souza (BRA) – 11.150 20 Tomas Hermes (BRA) – 10.255 21 Frederico Morais (POR) – 10.160 22 John John Florence (HAV) – 9.115


Próximos brasileiros

24 Jessé Mendes (BRA) 7.870 27 Yago Dora (BRA) 7.670 33 Ian Gouveia (BRA) 5.380 35 Miguel Pupo (BRA) 2.505* 36 Caio Ibelli (BRA) 2.100**


*Compete como substituto e não disputou as duas primeiras etapas da temporada. **Lesionou-se na terceira etapa e está afastado das competições.


Notícias em Destaque
Notícias Recentes
Arquivo
Tags
Nenhum tag.
Siga-nos
Últimas Notícias
Parceiros: