Tricampeão Mick Fanning Anuncia Aposentadoria

February 28, 2018

 

O Top australiano Mick Fanning confirmou a sua aposentadoria do Championship Tour.

 

Dono de três títulos mundiais, Mick optou por disputar apenas as duas primeiras provas da temporada, em Gold Coast e Bells Beach, onde fará a sua despedida da elite mundial.

“Eu sinto que acabei de perder a vontade de competir no dia-a-dia”, diz Mick. “É algo que eu tenho feito há 17 anos, e mesmo antes disso através do QS e Pro Juniors, e eu sinto que não posso mais dar mais 100%. Eu não estou me divertindo tanto quanto no passado. Eu ainda amo surfar, e ainda estou super empolgado para isso, mas sinto que existem outros caminhos para eu tomar nesta fase da minha vida”, explica o australiano.

 

“Quanto à opção de me aposentar em Bells, sempre tive em mente que meu último evento no Tour seria lá. Foi onde basicamente eu comecei a minha carreira, foi a minha primeira vitória no CT, e eu me sinto realmente conectado lá”, continua Fanning.

 

Mick chegou ao Tour em 2002, depois de vencer seu primeiro evento no CT participando como wildcard, em 2001, nas ondas de Bells Beach. Essa vitória elevou o seu limite no surfe e colocou o seu nome no mapa, mostrando que iria fazer história.

 

Em sua primeira temporada na elite mundial, venceu também em Jeffreys Bay, África do Sul, outro local que tornou-se uma das suas etapas prediletas, além de marcar um assustador encontro com um tubarão na final do J-Bay Open 2015.

 

No ano de 2004, Fanning sofreu uma lesão ameaçadora durante uma session em Mentawai, na Indonésia, rompendo o ligamento do tendão e ficando fora da água por meses. Em vez de desistir, o australiano usou como motivação para retornar ainda mais forte. Voltou a competir em 2005, e três anos depois conquistou o seu primeiro título mundial.

Ele voltou a competir no World Tour em 2005, e apenas três anos depois ganhou seu primeiro título mundial.

 

“Depois de tantos anos de Tour, foi muito divertido”, diz Mick. “Foi uma montanha-russa com certeza, você tem seus altos e baixos, mas você sabe, quando eu olho para trás no meu tempo de Tour, são lembranças incríveis – de trabalhar para competir, ganhar baterias e vencer o evento, com amigos e amigos apenas vendo lugares que eu nunca pensei em chegar”.

 

Ao longo da sua carreira, Mick passou por muito mais do que a maioria de nós poderia imaginar. Ele viu o triunfo pessoal e a tragédia pessoal sob o olhar minucioso do público, trabalhou com lesões que acabariam com as carreiras de outros e socou um tubarão ao vivo na TV, saindo completamente ileso fisicamente.

 

Ao longo de tudo isso, ele ganhou três vezes o Circuito Mundial, 22 etapas do Championship Tour e completou 16 temporadas na carreira – estabelecendo-se como um dos maiores surfistas e esportistas da história.

 

Foto de capa: Sebastian Rojas.

Please reload

Notícias em Destaque

KLS Safe Surf - Surf Sem Chave

20 Feb 2019

1/5
Please reload

Notícias Recentes
Please reload

Arquivo