Mick Fanning anuncia retorno ao CT

Mick Fanning anuncia retorno ao Championship Tour e esbanja motivação para brigar pelo título mundial.


Mick Fanning anuncia retorno ao Championship Tour e esbanja motivação para brigar pelo título mundial. Foto: Rip Curl.


O australiano Mick Fanning revelou que vai disputar todo o Championship Tour em 2017.


“Decidi retornar às competições e correr o Tour nesta temporada. Foi legal tirar o ano para relaxar em 2016, mas estou empolgado para colocar a lycra novamente”, diz Mick.


Em 2015, Mick passou por diversos momentos delicados, como o encontro com o tubarão em J-Bay, a morte do irmão mais velho, Peter, e a perda do título mundial para Adriano de Souza na última etapa, em Pipeline.


“2015 foi um ano difícil”, conta Mick. “Muitas coisas aconteceram comigo em frente às câmeras e na minha vida pessoal. Eu me senti muito cansado no fim disso tudo. Felizmente, pude me afastar do Tour e dar um tempo a mim mesmo. Disputei alguns eventos e me classifiquei, o que foi ótimo, porque eu não queria tirar o wildcard de Bede ou Owen. Estou entrando em 2017 com a posição de 18o no ranking, o que será uma mudança para mim”, continua o australiano.


Australiano esbanja motivação para retornar às competições. Foto: © WSL / Cestari.


O nível cada vez mais alto do Championship Tour é uma das inspirações para o retorno de Mick. “Mesmo com a temporada de 2017 chegando, não tinha certeza se estava motivado o bastante para participar”, revela. “Porém, como todos, estou ficando muito instigado com o line-up de surfistas. Pode ser o melhor pelotão de atletas - desde o campeão até o número 34 - que já tivemos. Também acho que é maior grupo de candidatos legítimos ao título que já vimos no circuito e quero fazer parte da briga”, afirma Mick Fanning.


Com 22 vitórias na elite mundial e três títulos, Fanning é um dos mais bem sucedidos, mas acredita que ainda tem mais a conquistar. “A coisa mais importante para mim é ter certeza de que o meu surfe continua a evoluir, e o Tour, agora mais do que nunca, é o melhor lugar para isso. Nos últimos anos, consegui encontrar um bom equilíbrio entre competitividade, foco e diversão. Começar ligado nestes eventos será a chave para mim. Não acho que será um problema. Não faz parte da minha natureza ser meio-termo, então agora que estou comprometido, farei tudo o que puder para conseguir uma vitória”, promete o aussie.


O retorno de Mick Fanning foi comentado pelo 11 vezes campeão mundial Kelly Slater, que também vai com tudo em busca do seu 12o título. “Se Mick estiver 100%, eu o colocaria no topo da pilha. Você seria bobo em não pensar que Mick é Top 3 do mundo agora, considerando todas as coisas. Tendo vencido em tantas bancadas diferentes e sendo tão dominante em lugares como Bells e Jeffreys Bay, não há nenhuma maneira de ele não ser um candidato”, declara Slater.


Notícias em Destaque
Notícias Recentes
Arquivo
Tags
Nenhum tag.
Siga-nos
Últimas Notícias
Parceiros: