CEO da WSL anuncia saída

CEO anuncia saída


Depois de 5 anos de trabalho, Paul Speaker anuncia saída do cargo de CEO da World Surf League.


Laura Enever, Joel Parkinson, Lakey Peterson, Paul Speaker, Kieren Perrow e Brett Simpson. Foto: © WSL / Kirstin.


Desde 2012 à frente da World Surf League, Paul Speaker anunciou que vai deixar o cargo de CEO no fim deste mês.


"Ser CEO e co-proprietário da World Surf League têm sido uma honra incrível para mim, mas também uma tarefa que exigiu longas horas, viagens pesadas e sacrifícios familiares. Sempre foi minha intenção passar o bastão para alguém no momento certo para liderar a próxima fase do que todos nós criamos. Eu acredito que a hora é esta", escreveu Speaker em nota à imprensa.


O dirigente afirmou que vai seguir como co-proprietário da Liga. "Trabalharei com o grupo de diretores para garantir uma transição suave até que um novo CEO assuma o posto", revelou.


Ainda de acordo com Speaker, o também co-proprietário Dirk Ziff aceitou assumir provisioriamente o cargo de CEO até que um novo chefe executivo seja efetivado.


Paul tem ampla experiência na transmissão de eventos via internet, com passagem célebre pela NFL (National Football League), o que refinou - e muito - os webcasts do Circuito Mundial.


Quando assumiu o Circuito, teve influência direta na mudança de nomeclatura, de ASP (Association of Surfing Professionals) para WSL (World Surf League).


Durante sua gestão, a WSL adquiriu os direitos da piscina de ondas de Kelly Slater e ele também viu o surfe, esporte que ajudou a popularizar, conquistar um importante espaço nas Olimpíadas. "Vejo vocês na praia", finalizou Paul Speaker na nota.


Notícias em Destaque
Notícias Recentes
Arquivo
Tags
Nenhum tag.
Siga-nos
Últimas Notícias
Parceiros: