Billabong Pipe Masters

December 21, 2016

Michel Bourez vence o Billabong Pipe Masters.

 

Michel Bourez vence o Billabong Pipe Masters 2016. Foto: WSL / Poullenot.
 
O taitiano Michel Bourez ficou com o título do Billabong Pipe Masters, etapa final do Championship Tour encerrada nesta segunda-feira, em ondas de 1,5 metro em Pipeline, Havaí.
 
Em uma decisão com pouquíssimas ondas, Bourez superou o californiano Kanoa Igarashi por 7.53 a 6.17.

Com a surpreendente campanha na prova, Kanoa entrou na zona de classificação do Championship Tour e ultrapassou o conterrâneo Nat Young. Companheiro de equipe de Kanoa, o havaiano Ezekiel Lau e se deu bem e herdou a vaga do californiano no Qualifying Series.

Agora, Nat Young passa a ser alternate do Championship Tour, enquanto o brasileiro Bino Lopes, beneficiado pela classificação de Ezekiel Lau, será o outro suplente da temporada.
 

Kanoa Igarashi surpreende na prova e ajuda o amigo Ezekiel Lau a garantir vaga na elite. Foto: © WSL / Cestari.
 
Tríplice Coroa 

 

O título da tradicional Tríplice Coroa Havaiana ficou com o local John John Florence. O atual campeão mundial chegou às quartas de final e foi barrado por Michel Bourez. O título só foi garantido ao término das quartas, quando Kanoa Igarashi superou o sul-africano Jordy Smith em uma dura batalha que terminou com o placar de 18.03 a 15.74 pontos.

 

O melhor brasileiro na prova foi Filipe Toledo, que chegou a arrancar uma nota 10 nesta segunda-feira, mas caiu diante do taitiano Michel Bourez na quinta fase, em duelo eletrizante.

Bourez obteve 7.23 e 9.57, contra 5.50 e 10 do brasileiro, derrotado por 16.80 a 15.50 pontos. Para obter a nota máxima, Filipinho passou por dentro de tubo profundo no Backdoor e levou a plateia ao delírio. Porém, logo atrás Bourez respondeu forte, com 9.57, estragando a festa do brasileiro.

Outro brazuca eliminado no último dia do Billabong Pipe Masters foi Alex Ribeiro. O paulista disputou o último confronto da terceira fase e não entrou em sintonia com as ondas, perdendo para o sul-africano Jordy Smith por 15.34 a 1.93.

 

John John Florence garante o título da Tríplice Coroa Havaiana. Foto: WSL / Poullenot.
 
Brazucas na elite

 

No momento, o Brasil tem 9 atletas garantidos na elite mundial em 2017.

Gabriel Medina perdeu a vice-liderança para Jordy Smith e terminou o ano em terceiro lugar; Filipe Toledo (10o), Adriano de Souza (11o), Italo Ferreira (15o), Caio Ibelli (16o), Wiggolly Dantas (21o) e Miguel Pupo (22o) também estão garantidos no Tour em 2017. Pelo ranking do QS, se classificaram Ian Gouveia e Jadson André.

 

Quem também tenta a permanência na elite é Alejo Muniz, que solicitou uma das duas vagas de wildcard destinadas a surfistas contundidos.

As prioridades da WSL são os australianos Bede Durbidge e Owen Wright, que se machucaram em dezembro do ano passado. Bede voltou a competir na perna havaiana, enquanto Owen ainda está em fase de recuperação e pode abrir mão da sua vaga.

 

Filipe Toledo descola nota 10 na quinta fase, mas perde para Michel Bourez. Foto: WSL / Poullenot.
 
Resultado

 

1 Michel Bourez (PLF)
2 Kanoa Igarashi (EUA)
3 Kolohe Andino (EUA)
3 Kelly Slater (EUA)
5 Jeremy Flores (FRA)
5 John John Florence (HAV)
5 Josh Kerr (AUS)
5 Jordy Smith (AFR)
9 Filipe Toledo (BRA)

 

Ranking final do Championship Tour 2016

 

1 John John Florence (HAV) 59.850
2 Jordy Smith (AFR) 46.400
3 Gabriel Medina (BRA) 45.450
4 Kolohe Andino (EUA) 44.150
5 Matt Wilkinson (AUS) 39.500
6 Michel Bourez (PLF) 38.700
7 Kelly Slater (EUA) 37.900
8 Julian Wilson (AUS) 36.850
9 Joel Parkinson (AUS) 35.700
10 Filipe Toledo (BRA) 35.400
11 Adriano de Souza (BRA) 35.350
12 Sebastian Zietz (HAV) 31.950
13 Josh Kerr (AUS) 30.650
14 Adrian Buchan (AUS) 29.700
15 Italo Ferreira (BRA) 27.500
16 Caio Ibelli (BRA) 26.950

17 Mick Fanning (AUS) 25.200
17 Conner Coffin (EUA) 25.200
19 Stuart Kennedy (AUS) 24.700
20 Kanoa Igarashi (EUA) 24.250
21 Wiggolly Dantas (BRA) 23.650
22 Miguel Pupo (BRA) 22.650

 

Classificados pelo QS

 

Connor O’Leary (AUS) 
Ethan Ewing (AUS) 
Frederico Morais (POR) 
Joan Duru (FRA) 
Leonardo Fioravanti (ITA) 
Jeremy Flores (FRA) 
Jadson André (BRA) 
Ian Gouveia (BRA) 

Jack Freestone (AUS) 
Ezekiel Lau (HAV)

 

Alternates (suplentes)

 

1 Nat Young (EUA)
2 Bino Lopes (BRA)

Please reload

Notícias em Destaque

KLS Safe Surf - Surf Sem Chave

20 Feb 2019

1/5
Please reload

Notícias Recentes
Please reload

Arquivo